“Não devemos perder a sobriedade para perceber o que é necessário”: Sebastião Vemba

“Não devemos perder a sobriedade para perceber o que é necessário”: Sebastião Vemba

21 de novembro de 2019

Sebastião Vemba apresentou ontem à tarde, no multifunções da Academia BAI, o romance ‘Cem Anos de Solidão’ do escritor colombiano Gabriel García Márquez. Na ocasião, o jornalista reflectiu sobre o minimalismo patente na obra.

Traduzida em todas as línguas do mundo, ‘Cem Anos de Solidão’ consagrou Gabriel García Márquez como um dos maiores escritores do nosso tempo e veio a conferir-lhe, em 1982, o prémio Nobel de Literatura.

O romance narra a história de Macondo, uma aldeia fictícia fundada por José Arcadio Buendía. Fazendo recurso ao realismo mágico, o autor trabalha temas complexos como revoluções, incesto, corrupção e até loucura.

Ao apresentar a obra, Sebastião Vemba sublinhou que a leitura do romance ‘Cem Anos de Solidão’ permitiu-lhe reflectir sobre o minimalismo. “Não sei se já ouviram falar, na verdade, o minimalismo resume-se numa frase: menos é mais. Muito é pouco…”, disse.

Recorrendo-se às acções dos personagens José Arcadio Buendía e Úrsula Iguarán, o jornalista aconselhou o público a reflectir mais sobre o que realmente importa para se viver uma vida equilibrada de feliz.

“A reflexão que trago é: por mais que tenhamos o ímpeto da reinvenção e superação, não devemos perder a sobriedade para perceber o que é necessário. Nós, às vezes, nos perdemos em coisas que não necessitamos e não conseguimos desfrutar o máximo daquilo que realmente acrescentam valor à nossa existência”, partilhou.

Ao responder às questões que lhe eram colocadas, disse que, embora tenha poemas e contos escritos, não pensa, por agora, publicar uma obra literária. Porém, garantiu que nos próximos tempos pretende fazer exposições fotográficas e publicar um livro ligado à fotografia.


Texto: Lourenço Mussango

Fotografia: Santo César

 

Fonte: Neovibe

Tags: #Rubrica , #OLivroDaMinhaVida , #CemAnosDeSolidão , #GabrielGarcíaMárquez , #SebastiãoVemba , #AcademiaBAI