Dodo Miranda

Música

Biografia

Adão João Gomes de Miranda, mais conhecido por Dodó Miranda, nasceu a 12 de Dezembro 1973, 'acidentalmente' na República Democrática do Congo, (ex Zaire), onde seus pais encontraram refúgio durante mais de três décadas. Na RDC foi matriculado numa Escola primária e secundária dos angolanos, avaliada pelo Colégio Português, uma escola consular da Embaixada de Portugal em Kinshasa. Ainda naquele país, onde seus pais frequentavam um grupo coral (Coro dos Magos da Igreja Menonita), Dodó Miranda manifestava já o interesse de frequentar os ensaios, daí iniciou a marcar os primeiros passos captando as primeiras notas musicais, sob orientação do Mestre Meneses. Foi mais tarde admitido como corista, mas depois de calorosas reuniões da Comissão técnica do Grupo Coral, que tinha opiniões divididas se pudesse admiti-lo ou não, devido a sua idade (apenas tinha cinco anos). Segundo os regulamentos internos do grupo, somente jovens dos 12 aos 45 anos eram admitidos. Todavia, houve uma excepção na sua admissão pela sua dedicação e aptidão. Aos oito anos, integrou o leque de compassistas daquela colectividade cristã, tendo se tornado, mais tarde, arranjista e director técnico do mesmo coro. Os seus primeiros maestros, o falecido Rev. Pastor Adão Pedro de Meneses, ManLeite, Abel da Cunha, nunca hesitaram de confiar a regência do coro ao Dodó Miranda, mesmo que a sua idade fosse uma preocupação. A sua vocação foi notória e atingiu o seu apogeu com a influência do grande maestro congolês, Mestre Joassain Ipipo Zorino que o ensinou a praticar o "Tonic Sol Fa" (uma técnica de escritura musical – vocal). Na verdade, foi o arranque deste jovem cantor para as mais variadas técnicas musicais, como por exemplo, transpôr as músicas em pautas de "Solfégio" para "Tonic Sol Fa", a prática de teclados e flauta. Em 1995 ingressou a Academia de Música de Luanda, depois de ter frequentado vários seminários ministrados pela Igreja Menonita e por missionários americanos. O seu gosto pela música sacra é fruto da influência sofrida por artistas de renome mundial, ainda na década de 1980, entre os quais Marvin Gay, Aretha Franklin, Mahalya Jackson, Golden Gate Quartet, Les Palata, Luís Armstrong, Ray Charles, trio sango malamu, os blues feitos na época por BB king, Muddy waters, e teve fortes influências do grande pioneiro da música gospel congolesa o então falecido Charles mombaya massain . Em 1993 integrou os Bumba Brothers, junto dos seus amicíssimos Euclides e Hendrick Bumba, um grupo cujo nome mudou em 1997 para M.B Genius. Com aquele agrupamento gravou o disco “M.B Genius”, pela editora portuguesa Valentim de Carvalho. Tem ainda publicados os discos a solo “Venha Jesus!” e “Maranata - Vinda de Jesus”, saídos em 1997 e 2001, respectivamente. Em 2006 publicou “Canções de Natal”, hoje já conta com 7 albuns gravados. Vencedor da primeira edição do Festival de canções da Rádio Nacional de Angola (RNA), em 1997, interpretando a música em Kikongo "Tunsanisa". Em 2006, venceu mais um festival da canção organizado pela LAC, interpretando um tema do Jomo Fortunato “Vento”. Tem estado a participar em vários festivais musicais de jazz e gospel na Europa. Hoje pode-se afirmar, sem sombra de dúvidas, que Dodó Miranda tem sido um dos cantores que revolucionou a prática do canto coral em Angola, e um dos músicos mais solicitados em arranjos vocais, tanto instrumental, constituindo também um padrão para a nova geração de artistas que defendem a bandeira nacional em eventos de renome internacional, onde é sempre convidado a actuar. Actualmente, Dodó Miranda tem promovido vários jovens artistas na produção de obras no seu próprio estúdio. Nunca deixou de orientar ao Grupo Coral que lhe formou e aos demais coros de diferentes denominações religiosas, dando workshops e aulas de canto. Aquando do espectáculo de Lokua Kanza no Cine Karl Marx, , o músico congolês africano que evolui na França testemunhou a vocação do Dodó Miranda confirmando que era uma das grandes revelações da música africana, pois já havia feito várias digressões, mas nunca viu um músico igual ao Dodó Miranda. A sua participação em vários projectos musicais nacionais e internacionais, tem se notabilizado não só em quantidades consideráveis, mas também em qualidade a respeitar. Já trabalhou com vários artistas nacionais (Paulo Flores, Filipe Mukenga, Mário Garnacho, Héllio Cruz e Wando Moreira, senão a maior parte dos artistas da velha e nova geração), internacionais (Lokua Kanza, Jorge Vercillo, Manu Dibango, Yousouf Ndour, Cisco (dhru hill) Usa, Prissk e vários outros) cantando em idiomas nacionais como Kimbundu, umbundu, kikongo, tchokwe, português, francês, inglês, italiano etc ... Actualmente, Dodó Miranda tem levado a cabo uma carreira a solo, fazendo fusão world music , gospel – jazz , enfrentando a arena musical internacional em cumplicidade com o conceituado músico Mário Garnacho.


  • Premiações

  • + Veja Mais

  • Festival da LAC

  • Obra/Papel: Melhor música

  • Categoria: Melhor Música do Ano

  • Ano: 2006

  • Festival de canções da Rádio Nacional de Angola (RNA)

  • Obra/Papel: Melhor música

  • Categoria: Melhor Música do Ano

  • Ano: 1997

Comentários

25/06/2018 23:13:43
Osvaldo Muandumba

A Historia dele é bastante inspiradora

Artista do mesmo gênero