Academia Angolana de Letras com novos membros efectivos

Academia Angolana de Letras com novos membros efectivos

3 de outubro de 2018

Os investigadores Cornélio Caley e Zavoni Ntondo são dois investigadores angolanos que recentemente foram admitidos como membros efectivos da Academia Angolana de Letras (AAL).

A acção resultante de votação realizada em assembleia geral extraordinária aconteceu no dia 24 de Setembro do ano em curso.

Segundo o Jornal de Angola, a admissão dos membros foi possível por terem reunido os requisitos exigidos pela instituição, entre os quais ser autor de obra como objecto de estudo em universidades angolanas e estrangeiras, ter ganho prémio literário ou de investigação no país ou no estrangeiro, possuir obras que tenham sido objecto de ensino por especialistas em literaturas africanas de língua portuguesa. 

A data e a realização da cerimónia de posse vai ser anunciada brevemente.
A AAL recebeu também as candidaturas de escritores e investigadores angolanos como Cremilda de Lima, David Capelenguela, Alberto de Oliveira Pinto e Maria Helena Miguel. 

AAL existe desde 2016 e visa defender a criação literária e social, bem como a democracia criativa e crítica na vertente cultural e científica, como postulados inalienáveis da liberdade humana. 

A instituição afirma-se como um espaço de liberdade e de responsabilidade cultural e social dos escritores e dos cientistas sociais angolanos.

A liberdade de criação, a liberdade de pensamento, a liberdade de expressão, as liberdades académicas e a responsabilidade social e cultural dos escritores e dos cientistas sociais são princípios essenciais que asseguram o funcionamento da Academia.


 

Texto: Redacção

Fotografia: D.R

Fonte: Jornal de Angola

Tags: #AcademiaAngolanadeLetras , #CornélioCaley , #ZavoniNtondo , #NovosMembrosEfectivos