Artista congolês perdido nas ruas de Luanda

Artista congolês perdido nas ruas de Luanda

5 de outubro de 2018

Mubeneshai Kayetibe Sam é de origem congolesa e veio a Angola a procura de melhores condições de vida. Residente no bairro Futungo de Belas, o jovem revela-se como um artista plástico a procura de oportunidades.

Aprendeu a pintar numa das escolas públicas do seu país, onde as artes fazem parte do sistema curricular. Há 17 anos como artista plástico, o jovem de 34 anos diz levar consigo a pintura a qualquer parte do mundo por onde passa.

Questionado sobre quais as técnicas usa nos seus quadros, Mubeneshai afirma pintar com a alma e aplicar as várias tendências que a mente lhe concede.

“A minha criatividade faz com que eu não me prenda nas técnicas que aprendi na escola. Tudo por uma questão de inspiração”, disse em Lingala, traduzido por um amigo.

Além de desenhos e pinturas em tela, Mubeneshai faz também caricaturas, na maioria das vezes quando encomendado.

Com preços a auxiliar entre os 30 aos 100 mil Kwanzas, o artista lamenta por algumas vezes ter que vender algumas das obras a preços muito baixos, tudo porque os transeuntes do bairro onde habita se mostram poucos interessados pelas artes plásticas.

Com os quadros feitos num dos espaços arrojados de casa, o jovem sonha expor numa das salas de Luanda e ter um atelier onde possa trabalhar melhor.

Quanto aos quadros expostos junto a um chafariz, como encontramos, o mesmo explica que a principal intenção não é os vender, mas poder dar a conhecer aos demais munícipes que procuram por artes plásticas.


 

Texto: David Gaspar

Fotografia: Santo César

Fonte: Neovibe

Tags: #MubeneshaiKayetibe , #ArtistaPlástico , #Congolês , #Sonhos