“Senti a necessidade de partilhar os sussurros da minha alma e passei a cantar”: Melizand

“Senti a necessidade de partilhar os sussurros da minha alma e passei a cantar”: Melizand

10 de dezembro de 2019

Melizand nasceu na década de 90, em Luanda. Conhecida nas lides artísticas como pianista, a jovem instrumentista começou a dar os primeiros passos para se consolidar como cantora.

Integrante da Ukãi, a artista partilhou que a referida girl band angolana representa a base da sua carreira a solo. “Eu estou hoje aqui graças a banda. É que nem um grupo de estudo muito bom!”, elogiou.

Embora não tenha feito mais de três aparições como cantora, Melizand informou que essa nova faceta da sua carreira está a ser boa “Tenho recebido uma boa energia”, confessou.

Revelou ainda que decidiu ser cantora, porque alguns intérpretes não transmitiam a alma das suas composições musicais. 

“As pessoas até cantavam muito bem, mas não passavam a alma das minhas músicas. E eu queria mais do que uma voz bonita, então senti a necessidade de partilhar os sussurros da minha alma e passei a cantar”, contou.

À Neovibe, disse que nesse momento está com 10 músicas terminadas. Garantiu ainda que em 2020, os amantes do seu trabalho verão uma Melizand bem diferente do costume. “Vem muita coisa boa”, finalizou.


Texto: Lourenço Mussango

Fotografia: Alcides da Conceição

Fonte: Neovibe

Tags: #Melizand , #Pianista , #Cantora , #BandaUkãi , #CarreiroASolo