Filipe Mukenga e Selda dividem palco no Duetos D’Avenida

Filipe Mukenga e Selda dividem palco no Duetos D’Avenida

25 de novembro de 2019

Filipe Mukenga e Selda brindaram no sábado à noite, em Luanda, os amantes do world music angolano. O espectáculo permitiu também que a dupla homenageasse o músico e compositor José Ambrósio Eduardo Sambo.

Filipe Mukenga, que traz na sua musicalidade a sabedoria de um dos mestres da música angolana, deixou-se contagiar pela voz aveludada de Selda. E no palco da Casa 70, a dupla começou por interpretar ‘Nvula’, um clássico do cancioneiro angolano.

“Eu compus esta música na década de 60. E dedico-a a minha mãe que já não vai à lavra”, Filipe Mukenga acrescentou que decidiram abrir concerto com ‘Nvula’, a fim de prestar solidariedade às populações do sul de Angola, que sofrem com a seca.

Entre sorrisos e trocas de afecto, Filipe Mukenga e Selda prosseguiram dando voz aos sucessos ‘Aquela Rua’ e ‘Humbiumbi’. “É um prazer enorme cantar para vocês e partilhar o palco com este ícone da música angolana”, Selda disse ainda que o Duetos N’Avenida permitiu-lhe conhecer as histórias por detrás das músicas de Filipe Mukenga.

A convite do autor do hit ‘Ndilokewa’, Katiliana subiu ao palco para interpretar as músicas ‘Fruto Maduro’ e ‘Tchalumingo’. A artista de Jazz aproveitou a ocasião para reiterar a sua admiração por Filipe Mukenga.

O espectáculo serviu também para homenagear o músico e compositor José Ambrósio Eduardo Sambo, pelo enorme contributo prestado à Música Popular Angolana e, consequentemente, à cultura nacional.

Para Filipe Mukenga, iniciativas como o Duetos N’Avenida contribuem para a efectiva passagem de testemunho e são necessárias para que os músicos com mais estrada transmitam suas experiências à geração de talentos recentes.


Texto: Lourenço Mussango

Fotografia: Alcides da Conceição

Fonte: Neovibe

Tags: #DuetosD’Avenida , #FilipeMukenga , #Selda , #WorldMusic , #Casa70