Organizações internacionais oferecem bolsas para licenciaturas em Música e Artes Cénicas

Organizações internacionais oferecem bolsas para licenciaturas em Música e Artes Cénicas

18 de junho de 2019

Cidadãos angolanos e de outros países de expressão portuguesa contam com 48 bolsas de licenciatura e mestrado nas áreas de Música e Artes Cénicas. O que se pretende com a iniciativa é contribuir para a criação e fomento do emprego na indústria cultural.

Africanos oriundos de países de Língua Portuguesas e timorenses poderão beneficiar de bolsas de estudos ligados a áreas cultural.

A informação consta de um comunicado tornado público emitido pelo Instituto da Cooperação e da Língua, I.P. e insere-se no âmbito da Cooperação da Língua e da Cultura Portuguesas.

Financiada pela União Europeia, co-financiada e gerida pelo Camões, I.P e pela Fundação Calouste Gulbenkian, o referido concurso tem como objectivo contribuir para a criação de emprego em actividades geradoras de rendimento na economia cultural e criativa nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e em Timor-Leste.

Realizado em duas fases, a primeira fase conta com 24 bolsas e decorre entre 14 de Junho e 4 de Julho e destina-se a candidatos a licenciatura. Já a segunda, a decorrer entre 5 de Julho e 12 de Setembro, será para os mestres.

Denominado 'Procultura', as bolsas de estudos fazem parte do Programa Indicativo Multianual PALOP - Timor-Leste e União Europeia.

Para além da atribuição de bolsas para a formação em Música e Artes Cénicas, o programa prevê também fomentar outros tipos de actividades destinadas a reforçar as competências nos sectores culturais desses países, entre 2019 e 2020.



Texto: Redacção

Fotografia: Santo César

 

Fonte: Neovibe

Tags: #Procultura , #BolsasDeEstudo , #PALOP , #Artes , #Música , #ArtesCénicas